Apesar da crescente conscientização da sociedade sobre a importância de cuidar de nossa saúde, ainda existem muitas pessoas que não se preocupam com a sua saúde. Isso decorre de um estado realizado por Oi2, especialistas em cuidados com a audição, sobre a saúde dos espanhóis e que analisa os hábitos e preocupações em torno desta temática. É fundamental atender as nossas próprias necessidades de saúde, procurar assistência médica quando necessário, realizar exames médicos, tomar remédios quando necessário, manter uma dieta saudável, descansar o necessário, fazer exercício e ter tempo para relaxar. Aspectos todos eles que nos ajudarão a manter o bom estado de saúde e prevenir o aparecimento de possíveis doenças. Os resultados do estudo revelam que hoje em dia ainda 32% dos espanhóis não se preocupam com a sua saúde ou, se o faz, não o suficiente. Pelo contrário, a maioria da população sim presta a devida atenção a este assunto tão importante, já que 24% dos inquiridos diz preocupar-se muito pela sua saúde, enquanto que o restante (44%) diz fazê-lo em sua justa medida. Em relação aos temas relacionados à saúde que mais preocupam os portugueses e espanhóis, 30% reconhece que todos aqueles derivados da alimentação, como por exemplo o colesterol ou problemas de peso. Os problemas de visão (23%) e os que afetam a pele (19%) ocupam o segundo e terceiro lugar de aspectos que mais preocupam a sociedade espanhola. Por trás, se encontraria tudo o que for relacionado com o consumo de substâncias nocivas para a saúde e/ou excitantes como o álcool, café, chá ou tabaco (11%) e, na quinta posição, os problemas relacionados com o ouvido (10%), como a perda de audição. Por outro lado, sobre os hábitos para melhorar o estado de saúde, 30% dos entrevistados considera que não faz exercício suficiente, enquanto que 22% acredita que deveria prestar mais atenção à sua alimentação e torná-la mais equilibrada. Outros fatores que os cidadãos consideram que teriam que levar a cabo para ter um melhor estado de saúde, são reduzir o stress (16%) ou dormir um maior número de horas (15%). Em último lugar, relataram deixar de fumar (11%) e consumir menos álcool (7%) como chaves para ter uma saúde de ferro. Este estudo demonstra a necessidade de continuar insistindo na importância que tem se preocupar com a saúde e levar a cabo hábitos saudáveis que permitam melhorar o estado de saúde e a qualidade de vida de todas as pessoas. Link: Oi2