A dieta é essencial não só para manter um bom estado de saúde e prevenir o aparecimento de doenças, mas também para ajudar a aliviar os sintomas causados por qualquer tipo de patologia. Nesse sentido, a úlcera gástrica ou de estômago é muito importante saber quais os alimentos que deve evitar quando se sofre, já que uma dieta adequada é um grande complemento ao tratamento médico e farmacológico, já que, assim, evitar a evitar a irritação da mucosa que reveste o estômago, limitaremos a secreção gástrica ácida e podemos eliminar o refluxo dos sucos ácidos que ocorrem de estômago para o esôfago. Ou seja, a dieta vai afetar a cicatrização da ferida no estômago causada por úlcera. A dieta mais apropriada será determinada pelo médico em função de cada pessoa, a evolução da doença, a gravidade dos sintomas e o estado geral do paciente. No entanto, há uma série de alimentos não recomendados que devemos evitar: – Evitar a tomada comum de lácteos. – Não consumir bebidas gasosas. – Eliminar os molhos ácidos, como pode ser a de tomate. – Não tomar alimentos salgados ou com muitas especiarias. – É recomendado não tomar conservas em salmoura. – Evitar o café, o chá e as bebidas açucaradas (com cola, refrigerantes e refrescos). – De forma temporária, eliminar da dieta os alimentos ricos em fibras, como os cereais integrais, verduras, legumes e frutos secos – Limitar o máximo possível o consumo de açúcar. – Não são recomendados os sumos de citrinos. – Para evitar a irritação, é importante não tomar os alimentos nem muito quentes nem muito frios. – Também não são recomendáveis as carnes e os peixes gordos, assim como o marisco. – Não consumir chocolate. – O álcool tem que removê-lo por completo. – Há que limitar o consumo de sal e açúcar, o máximo possível. – Os enchidos são bastante inimigos da úlcera. O mais aconselhável é evitar esses alimentos e limitar-se aos que nos indique o doutor. Isso sim, é importante comer bem devagar, mastigar bem cada bocado e fazer refeições mais frequentes, mas em pouca quantidade.