Os problemas da circulação sangüínea, tanto os que afetam as artérias como as veias, são cada vez mais comuns na sociedade atual, principalmente devido ao ritmo de vida atual e para os maus hábitos. Alguns dos transtornos decorrentes de uma má circulação não se revestem de muita gravidade, como é o caso das varizes, a tristeza, o cansaço e o inchaço das pernas. No entanto, outras alterações podem ser muito graves, originando, por sua vez, graves conseqüências cone enfartes do miocárdio, gangrena, derrames, etc... De fato, a condição circulatoria mais grave, que afeta as artérias é a aterosclerose, que é um processo degenerativo que provoca a obstrução das artérias, sem cura e que pode ter consequências muito graves para o organismo. Por isso, é muito importante dar a devida atenção para a circulação sanguínea e levar uma vida saudável para prevenir o aparecimento de doenças decorrentes de uma má circulação sanguínea. Sempre que nos referimos à saúde, o melhor remédio é uma boa prevenção. Por este motivo, pode nos ser de grande ajuda conhecer uma série de dicas que vão ajudar a melhorar a circulação: – A prática de exercício diário. É o nosso melhor aliado para manter uma boa circulação de sangue. Caminhar uma hora por dia vai ajudar a melhorar o fluxo circulatório em veias e artérias, graças às contrações musculares que ocorrem ao andar. – Descanso. É importante descansar o tempo necessário para melhorar a circulação sangüínea. As meias de compreensão e a elevação das pernas são também de grande ajuda. – Alimentação. Outro dos aspectos mais importantes para melhorar a circulação é fazer uma dieta rica e equilibrada. Neste sentido, é importante evitar as gorduras saturadas, que são muito prejudiciais para as paredes das artérias. Pelo contrário, o consumo de legumes, frutas e alimentos ricos em fibra é muito recomendável. O consumo de gorduras poli-insaturadas, presentes nos óleos vegetais e o peixe azul, ajudam a evitar transtornos circulatórios. Também é importante consumir bastante líquido cada dia e evitar o máximo possível o consumo de sal. – Eliminar o tabaco e limitar o máximo possível o consumo de café, chá e álcool, porque favorecem a ocorrência de doenças relacionadas com a má circulação sanguínea. – Tratar problemas como a hipertensão, a obesidade e a diabetes, que são problemas de risco em problemas circulatórios. Tendo em conta que os problemas de circulação são doenças degenerativas, é muito importante realizar um trabalho de prevenção para evitar a ocorrência desses problemas que, em muitos casos, têm consequências nefastas sobre a saúde.