O estresse está mais do que nunca presente em nossas vidas, tornando-se um problema que afeta um número cada vez maior de pessoas em todo o mundo, em especial nos países mais avançados. O ritmo acelerado de vida que se leva nas cidades, a elevada carga de trabalho, vida sedentária, os maus hábitos alimentares ou as aglomerações de pessoas e veículos são fatores desencadeantes do estresse. No entanto, há que ter em conta que é um mecanismo de defesa do corpo contra ameaças externas, por isso que em pequena medida, é necessário e até bom. O problema é dado quando esta resposta natural é produzido em excesso, fazendo com que o organismo se encontre em um estado de alerta contínuo, o que repercute de forma significativa na saúde de quem o sofre e provoca o aparecimento de problemas de estômago, musculares, nervosismo, dores de cabeça, falta de memória e concentração... A longo prazo, pode provocar o aparecimento de doenças, daí a importância de aprender a controlar o stress, para que impeça o funcionamento normal do nosso corpo. Vejamos uma série de dicas básicas que nos serão de grande ajuda para controlar o estresse de uma forma prática e eficaz: – Levar uma vida saudável Ter uma dieta rica, equilibrada e variada. Há que distribuir as refeições ao longo do dia (o mais recomendável é fazer 5 refeições) e evitar as refeições pesadas e as gorduras. Há que incorporar de forma habitual a nossa dieta das frutas, verduras, legumes, laticínios e alimentos antioxidantes. Realizar exercício físico ou esporte de uma forma regular, já que nos facilitará liberar o estresse e melhora o nosso estado de saúde geral. Se você não tem tempo suficiente ou lugar para praticá-lo, caminhar meia hora ao ar livre o dia também será muito benéfico. Não beber álcool e tabaco. Descansar todos os dias o suficiente e que o descanso seja de boa qualidade. É importante desligar os fins-de-semana da rotina diária e tomar de vez em quando férias para deixar a mente em branco e esquecer as preocupações Reduza o consumo de café e cafeína, pois aumentam os níveis de estresse e dificultam o descanso na hora de dormir. Beber água ajuda a controlar os momentos de tensão ou nervosismo. O recomendado é beber dois litros de água por dia. – Realizar técnicas de relaxamento. Nos permitirão baixar a tensão arterial, ajudar a melhorar o nosso humor e nos sentirmos melhor. Conhecer exercícios de respiração é de grande ajuda para controlar os estados de estresse. Praticar modalidades como o tai chi, pilates, yoga ou body balance permite-nos estar em forma, alongar os músculos, relaxar, corrigir a postura e liberar nossa hortelã, por isso são perfeitos para quem sofre de estresse. – Manter uma boa vida social e familiar ativa, comunicativa e rica. Deste modo, você pode controlar melhor o estresse esquecer a carga de trabalho e as dificuldades do dia-a-dia. Se você está passando uma série má, há que procurar apoio na família e nos amigos. É importante saber compartilhar as cargas, de modo que não há que fechar nunca a receber ou a dar apoio social. – Conhecer-se a si mesmo e descobrir as causas que originam o estresse. Deste modo, podemos aprender a detectar os anúncios que antecipam o estresse e podemos controlá-los. Também nos permitirá colocar o freio, se nós estamos carregando de muito trabalho ou responsabilidades. – Aprender a relativizar. Há que ter em conta que praticamente todos os problemas têm solução. Não há que deixar que nos desequilibrem. Não há que se preocupar com situações que, em sua maioria, não vão acontecer. Há que ver o lado positivo das coisas. Para isso, nada melhor do que colocar em prática o nosso sentido de humor e a ironia. Há que ter em conta que o riso é um dos principais aliados que temos para lutar contra o stress. Devemos aprender a resolver os conflitos de forma mais adequada. Isso implica em não se preocupar em excesso, abranger somente o que podemos enfrentar e compartilhar as cargas. – Planejar nosso tempo livre vai ajudar o manejo do estresse em nossa vida. É importante dedicar um tempo diário para nós e para realizar as atividades e tarefas que mais gostamos e enchem. Há que saber desligar-se do emprego, uma vez terminada a jornada de trabalho. O lazer é fundamental para evitar os tempos de lazer, por isso sempre que puder, aproveite para colocá-lo em prática. – Definir prioridades, tanto no âmbito profissional quanto no familiar e pessoal. Há que fixar metas atingíveis e determinar as ações para alcançá-los. Também há que priorizar essas ações para alcançá-los. Além disso, é importante que se contentar com o que temos e cuidar das expectativas que nos colocamos na vida familiar, pessoal e profissional. – Se você estiver experimentando sintomas físicos ou psicológicos, há que recorrer ao médico para que diagnostique o problema e definir o tratamento e orientações a seguir. Há que ter em conta que, quanto antes for detectado o stress, é mais fácil tratá-lo e aprender a controlá-lo. – Não há que se regozijarem com os sintomas do estresse e cair em autocomplacência, pois isso só irá ajudar a que os sintomas piore com o tempo.