Assim como fazemos com o resto do nosso corpo, é fundamental cuidar de nossos ossos, para manter-nos saudáveis e livres de problemas e doenças no futuro. Por isso, é importante prestar atenção ao seu cuidado desde pequenos. Há que ter em conta que os ossos suportam o peso do nosso corpo, são a nossa estrutura, servem de protecção de todos os órgãos e partes moles e nos permitem mover-se e realizar todos os movimentos. Junto com o fósforo, o cálcio é um mineral fundamental para a formação dos ossos saudáveis. De fato, os ossos são compostos por cerca de 70% de cálcio, daí que seja fundamental o consumo regular de alimentos ricos em cálcio, em especial na adolescência, já que é a fase da vida em que se forma a maior parte da massa óssea. Além disso, a vitamina D também tem uma importância vital para os ossos, já que o corpo precisa para absorver o cálcio. No entanto, além do cálcio e da vitamina D, há uma série de dicas que podem nos ser de grande ajuda para cuidar de nossos ossos e mantê-los saudáveis: – Fazer exercício de forma regular (pelo menos 3 vezes por semana) é de fundamental importância. A atividade física e a prática de esportes que provocam a contração muscular que favorece o depósito de cálcio no osso, ao mesmo tempo, melhorar a circulação do sangue, o que permite que os ossos recebam um maior aporte de nutrientes. – Pelo contrário, o tabaco e o álcool são os grandes inimigos de nossos ossos que você tem que evitar. – As mulheres na pós-menopausa devem aumentar o consumo diário de cálcio (1.000-1.500 mg), assim como de vitamina D, já que nesta fase a perda de massa óssea é maior. – Também devem aumentar o consumo de cálcio e vitamina D, as pessoas com alguma doença, como pode ser a anorexia, assim como aquelas que sofrem de intolerância à lactose, vegetarianos, com tratamentos com corticosteróides e aquelas que não tomem-se de forma habitual o sol. – Tomar medidas para evitar as quedas, já que, em muitos casos, originam fraturas e lesões nos ossos. Para isso, há que ter em conta medidas como ter uma boa iluminação no lar e lugar de trabalho, excluir um excesso de móveis e obstáculos, revisarnos a vista ou usar um bastão se tem dificuldades para se locomover. – Os adolescentes, mulheres grávidas ou em amamentação, bem como as pessoas com mais de 50 anos também devem aumentar o consumo diário de cálcio (1.200-1.500 mg). – Já falamos sobre a importância da vitamina D. É por isso que é importante tomar sol (sempre com proteção) cerca de 15 minutos por dia, assim como o consumo regular de peixe azul. – Do mesmo modo, é importante conhecer os alimentos ricos em cálcio: leite, queijos, sardinhas em azeite, amêndoas, avelãs ou iogurte são alimentos que devem ser tomados de forma diária.