A laringite é uma inflamação da laringe causada na maioria das vezes por um vírus. Costuma aparecer de forma brusca, por noite, e é considerada aguda se dura cerca de dois dias. Pelo contrário, em alguns casos, dura mais de duas semanas, caso em que é considerada crônica. Apesar de que é uma doença leve e geralmente com muito bom prognóstico, a maioria dos pais são geralmente alarme quando se apresentam os primeiros sintomas de laringite em seus filhos. Embora se possa apresentar em qualquer idade, costuma afetar crianças entre os 6 meses e os três anos. Por isso, ao menor sintoma que nos faz suspeitar que o nosso filho está mal, há que recorrer ao pediatra ou otorrinolaringologista para que ele diagnostique e coloque tratamento. Há uma série de fatores que favorecem o aparecimento da laringite: – O calor excessivo das aquecedores. – As crianças entre os 3 meses e os 3 anos são o grupo etário com mais risco de sofrer. – O outono e o inverno. – Respirar em ambientes muito carregados, especialmente em espaços fechados com fumaça de tabaco. – As pessoas com as defesas baixas. – As creches. Os principais sintomas da laringite são a presença de uma voz rouca, uma tosse rouca muito característica, dor e coceira na garganta, febre muito alta, que varia entre os 38 e 40 e, em algumas ocasiões, presença de vômitos.Também se pode apresentar bastante dificuldade em engolir e respirar, porque há uma sensação geral de bastante desconforto. Nos casos mais agudos, pode-se ouvir com bastante clareza um estridor quando se pega ar ao inspirar. À noite, os sintomas são mais irritantes, embora normalmente em dois ou três dias ele melhora bastante, mas é muito possível que se continue tosse mais suave e muco durante 10 ou 15 dias. No entanto, se requer atenção médica urgente se você observa que seu filho tem uma grande dificuldade para engolir, está continuamente salivando, os lábios ficam com um tom de roxo e pode-se observar que afunda o peito em cada respiração. Algumas dicas que podem ajudar a que a criança se encontre melhor é fazer que tome abundantes líquidos, já que ajudam a diluir suas mucosidades. Os analgésicos como o paracetamol ajudam a eliminar a febre e diminuir a sensação de desconforto. Não há que abrigarle demais ou mantê-lo em um ambiente quente, já que um ambiente mais frio ajuda-o a encontrar-se melhor. Se o muco origina que as narinas estejam muito taponados, pode fornecer algumas gotas de soro fisiológico para ajudá-lo a respirar pelo nariz.