1. Página Inicial
  2. Obras
  3. Duplicação da Avenida Tronco

Duplicação da Avenida Tronco

Porto Alegre: Eu curto. Eu cuido.

• Extensão de 5,3 km (largura média 40m)
• Implantação de ciclovia
• Implantação de corredor de ônibus
• Tratamento paisagístico
• Reassentamento de 1,4 mil famílias

A obra compreende trecho a partir da rótula que será construída na avenida Icaraí, no bairro Cristal, até a nova rótula no cruzamento com as avenidas Gastão Mazeron e Carlos Barbosa, e outra parte formada a prt

Expandir

Visualizar Duplicação da Avenida Tronco em um mapa maior
Trecho 3 e 4- Estão em andamento obras de pavimentação

Trecho 3 e 4- Estão em andamento obras de pavimentação

Trecho 3 e 4- Obras de tubulações de esgoto e em geral

Trecho 3 e 4- Obras de tubulações de esgoto e em geral

Trecho 1 e 2- Em andamento as redes de drenagem

Trecho 1 e 2- Em andamento as redes de drenagem

Obras

Obras

Maquete

Maquete

Trecho 1 e 2-  Obras de drenagem e galeria na rua Mazeron

Trecho 1 e 2- Obras de drenagem e galeria na rua Mazeron

OBRAS TRECHO 3 e 4

OBRAS TRECHO 3 e 4

OBRAS TRECHO 3 e 4

OBRAS TRECHO 3 e 4

OBRAS TRECHO 3 e 4

OBRAS TRECHO 3 e 4

OBRAS TRECHO 3 e 4

OBRAS TRECHO 3 e 4

Maquete Avenida Tronco

Maquete Avenida Tronco

Esta obra ainda não possui vídeos.

Status da obra: SITUAÇÃO ATUAL: A duplicação da Tronco avança em três frentes de obra: 1ª) nas avenidas Cruzeiro do Sul e Moab Caldas – Nesse trecho, entre a rua Neves e a Francisco Massena, a obra de duplicação já apresenta a futura conformação da via, com as pistas, corredores de ônibus e canteiros executados; 2ª) avenida Gastão Haslocher Mazeron – avança a execução de placas de concreto que serão a base para a circulação de ônibus; 3ª) Trecho da avenida Teresópolis - sendo executada a nova pista com a execução da pavimentação e de placas de concreto do futuro corredor de ônibus. ENTRAVES: Processo de reassentamento – A obra da Tronco destaca-se pela sua importância social, na medida em que oportunizará melhor qualidade de habitação às famílias. Todas as negociações de reassentamento estão acontecendo ao tempo das famílias, de modo a que possam realizar suas escolhas (moradia por meio do bônus moradia ou Programa Minha Casa, Minha Vida) com calma e convicção. O cronograma da obra não ditará os tempos das negociações. Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV) – A construção das habitações por meio do PMCMV requer a atuação de três atores: Prefeitura, Caixa Federal e Construtoras. A Prefeitura entra com a compra das áreas (todas as 16 áreas necessárias – localizadas no entorno da Tronco - já foram adquiridos pelo município) e assume o pagamento das prestações dos apartamentos. A Caixa garante os recursos para a construção dos edifícios (paga diretamente às construtoras). E as construtoras, mediante pagamento da Caixa, executam a obra. Desde o início do processo, a Prefeitura publicou três (03) editais de manifestação de interesse objetivando atrair construtoras interessadas. Nos dois primeiros editais não houve construtoras interessadas. Somente na terceira publicação surgiram interessados. O desinteresse das construtoras atrasou o início das construções das habitações. Agora os projetos encontram-se na Caixa em fase de aprovação. Desapropriações – Foram concluídos 85% das desapropriações. Os 15% restantes encontram-se na Justiça, cujo tempo de decisão não está na governança do município. Tais Imóveis localizam-se ao longo de toda via, impedindo abertura de trechos contínuos que possibilitem avanço da obra.

Custos da obra

Descrição Custo
Total do Projeto R$ 156.000.000,00