O orégano é uma erva apreciada, não só por seu forte sabor e aroma agradável, mas também pelos inúmeros benefícios que traz à saúde. Esse tempero tão utilizado em pratos como macarrão ou pizza tem muitas propriedades saudáveis, por isso é muito importante incorporá-lo em nossas refeições. – Atua como digestivo, facilitando a digestão e sendo muito eficaz em casos de espasmos intestinais. Além disso, ajuda a eliminar os gases que se acumulam no intestino e ajuda nos problemas relacionados com o fígado. – Tem grandes propriedades antibacterianas, o que ajuda a prevenir doenças causadas pelas bactérias. – É um grande expectorante, anti-séptico e anti-inflamatório das vias aéreas. Por esse motivo, ajuda a resolver problemas como bronquite, gripes ou resfriados. – Serve de calmante nas dores menstruais, ao mesmo tempo em que evita os problemas colaterais que provoca a menstruação como dores de cabeça, de estômago, a retenção de líquidos e irritabilidade. – Favorece a circulação do sangue, e em especial melhora a irrigação no cérebro que ajuda a melhorar os casos de perda de memória. – É empregado de forma externa por suas propriedades anti-séptica, cicatrizante e analgésica, pelo que a sua utilização ajuda a desinfetar feridas, tratar lesões, contusões ou hematomas. – O orégano tem propriedades anti-inflamatórias, permite diminuir as dores e inflamações nas costas e pescoço. – É rico em vitaminas antioxidantes, que permitem bloquear o dano causado pelos radicais livres, que são os responsáveis pelo envelhecimento e intervêm em diferentes doenças, como o câncer, as doenças cardíacas e alguns transtornos, como a artrite. Para todos os efeitos benéficos para a saúde teria que acrescentar que poderia ser utilizado para tratar o cancro da próstata. Assim o indicou um novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Long Island (Estados Unidos). Esta nova e valiosa propriedade do orégano viria determinada por carvacrol, um componente que se encontra na orégano. Essa substância levaria à morte programada ou apoptose das células do câncer de próstata. De se confirmarem as pesquisas, o orégano pode ser um tratamento complementar de grande valor para este tipo de próstata, que costuma afetar homens mais velhos. Há que ter em conta que, até agora, as opções incluem cirurgia, radioterapia, quimioterapia, imunoterapia e terapia hormonal. Na maioria dos casos, todos eles apresentam graves efeitos colaterais e complicações bastante importantes. Embora o estudo ainda está em uma fase prévia, os primeiros dados confirmarão o grande potência que teria o emprego do carvacrol. Além disso, há que ter em conta que o orégano está presente de forma muito comum na alimentação, por que o risco de possíveis efeitos adversos é muito escasso. Esperemos que se possa confirmar esta importante descoberta, que daria ainda mais valor ao orégano, uma erva que é uma grande aliada para nossa saúde.